Notícias

Avaí cumprimenta Kindermann pelos 44 anos

O Avaí Futebol Clube sente-se honrado em cumprimentar o seu grande parceiro no Campeonato Brasileiro de Futebol Feminino – Séria A1, a Associação Esportiva Kindermann, que comemorou nesta sexta-feira (23), 44 anos de fundação. A equipe é sediada em Caçador, no Meio Oeste Catarinense. Único time catarinense feminino na elite do futebol brasileiro. Nesta mesma data, comemora aniversário o seu fundador, Salézio Kindermann, 76 anos, com a certeza que esta semente ainda renderá bons frutos para o futuro.

Salézio Kindermann, fundador e presidente do time, comenta sobre o orgulho em conseguir manter uma equipe ativa e forte. “Não foi uma caminhada fácil até aqui. Manter uma equipe de futebol é caro e muitas vezes você não tem apoio e acaba investindo do próprio bolso. Mas tenho orgulho do que conseguimos até aqui. Se olharmos para trás vamos lembrar que o Kindermann desde sempre prometia que seria uma lenda no futebol. Com a modalidade masculina sempre conseguimos nos destacar em nível regional”, disse Salézio.

Em 2004 Salézio abriu as portas e o coração para a modalidade feminina. O futsal feminino foi trazido para Caçador, na época, a proposta era formar um time vitorioso que fosse um dos melhores do país. Através de muito trabalho, treinamentos, vitórias, corridas, chutes, defesas e algumas derrotas, logo o time se consagrou o melhor de Santa Catarina. “A missão de ser a melhor equipe do país começava pela busca de se destacar no Estado. Foram muitas as dificuldades, mas todas superadas da melhor forma possível”, destaca Salézio Kindermann.

O Kindermann foi fundado em 23 de agosto de 1975, com a iniciativa do empresário Salézio Kindermann. A equipe masculina começou com um time amador que logo foi reconhecido pela Federação Catarinense, e ainda no ano de estreia evoluiu para a categoria profissional. Em 1978 foi formulado um estatuto, e o time passou a fazer parte da Associação Esportiva Kindermann.

Após várias campanhas de destaque, no ano de 1995 Salézio Kindermann se afastou dos trabalhos do time e outras pessoas tomaram a direção. No entanto, apaixonado pelo esporte, em 1996 Salézio refundou o time que seguiu com os trabalhos na modalidade masculina até 2004. Neste ano, a modalidade masculina foi encerrada para dar lugar a equipe de futsal feminina e logo se destacaria no cenário esportivo. Em 2008, a equipe de futebol feminino começou os trabalhos.

Já no primeiro ano de trabalho o clube consagrou-se campeão catarinense de futsal nas três categorias que disputou: adulto, Sub-20 e Sub-17. A conquista foi inédita, pois nenhuma outra equipe já havia conquistado. Ainda neste ano o Kindermann conquistou a Taça Brasil Sub-20 e alguns campeonatos municipais e da região, somando o total de oito competições disputadas. “Para o primeiro ano, as conquistas mostraram que a ideia poderia dar certo, pois o caminho que estava sendo percorrido era o ideal. O tempo passando, o sonho se tornando realidade, e a equipe adquirindo cada vez mais forma e estrutura de um grande clube vencedor”, comenta Salézio.

Após várias disputas, brasileiros, copas internacionais e até uma conquista mundial, no ano de 2008 o clube passou a investir no futebol de campo feminino. No ano de estreia do futebol a equipe conquistou o Campeonato Catarinense. Ainda no primeiro ano a equipe representou Santa Catarina na Copa Brasil chegando as semifinais. Desde 2008, ano da estreia, até 2015, o Kindermann manteve a liderança no Estado. Em 2016 o Catarinense não aconteceu e em 2017 e 2018 novamente foi a vez de Caçador por meio do Kindermann.

Em 2019 o Avaí firmou uma parceria com o Kindermann para a disputa do Brasileiro Feminino. O contrato do acordo vai até 2020 e a equipe de Caçador, adotou o uniforme do Leão da Ilha. A equipe passou a se chamar Avaí/Kindermann e intercala alguns jogos na Ressacada e também em Caçador. Com a parceria, o Avaí supriu a necessidade de uma equipe feminina, exigência da CBF para os clubes da Série A em 2019.

No Campeonato Brasileiro, o Avaí/Kindermann briga por uma vaga na semifinal contra Audax. As Avaianas Caçadoras tem a vantagem do empate e do jogo ser em casa. Esse é o jogo de volta, pois no jogo de ida o Avaí/Kindermann venceu o Audax por 1 a 0, gol de Catyelli. Os ingressos para o jogo de domingo, no Estádio Carlos Alberto da Costa Neves, em Caçador, estão sendo vendidos a R$ 15 no Hotel Kindermann ou na hora do jogo na portaria. Texto e fotos: Andrielli Zambonin

Equipe do Avaí/Kindermann realiza grande campanha na Série A1                Foto: Andrielli Zambonin / Avaí FC

Fundador Salézio Kindermann realizou o sonho de ganhar o cenário nacional  Foto: Andrielli Zambonin / Avaí FC