Notícias

Avaí e MPSC juntos na Campanha de Combate à Violência contra a Mulher

Campanha conjunta entre Avaí e MPSC busca alertar e conscientizar   

 

O Avaí Futebol Clube e o Ministério Público de Santa Catarina (MPSC) estão juntos na largada da Campanha de Combate à Violência contra a Mulher. O trabalho conjunto foi definido após reunião nesta quinta-feira (28) entre o presidente Francisco José Battistotti e o promotor de Justiça Thiago Carriço de Oliveira, que teve a iniciativa da campanha e procurou o clube.

O clube criou uma identidade visual para a campanha, com peças de conscientização e que serão publicadas em suas redes sociais. O conteúdo será compartilhado a partir de segunda-feira (01/04) com o MPSC e também com a Associação de Clubes de Futebol Profissional de Santa Catarina (SCClubes).

Muitas mulheres são vítimas de violência e sofrem caladas, seja por vergonha, por medo e também algumas por morarem em regiões afastadas e não saberem onde pedir ajuda. Assim, a ideia é difundir ao máximo a campanha e consciência de que é preciso denunciar e agir de forma rápida.

Assim, compartilhando com o MPSC e com a Associação de Clubes, o material chegará também para os demais clubes que disputam o Catarinense, para uso nas duas últimas rodadas do returno e mais adiante nas semifinais e finais. As imagens da identidade visual alertam e chamam a atenção de todos para conscientizar e combater.

No jogo de amanhã diante do Tubarão, na Ressacada, o telão do estádio vai mostrar as imagens da campanha, alertas no sistema de som e faixa passando ao redor do gramado. O Avaí já fez o alerta sobre a necessidade de fazer uma reflexão por ocasião da passagem do Dia Internacional das Mulheres, no dia 8 de março último.

O Avaí cumprimentou as mulheres e os atletas entraram em campo com uma mensagem alusiva em suas camisas. Neste jogo pela Copa do Brasil, vitória por 2 x 0 com gols de Daniel Amorim na etapa final, os atletas entraram em campo com a camisa estampando no espaço do patrocinador Máster, a mensagem: “ELA QUER, ELA PODE”.

Foram 22 mulheres que entraram em campo com os atletas, integrantes da torcida Avaixonadas e do Movimento Leoas. Nas costas de cada camisa, uma personalização com um sentimento em homenagem a elas: Amor, Carinho, Companheirismo, Compreensão, Consciência, Coragem, Educação, Empoderamento, Esperança, Força, Igualdade, Liberdade, Luta, Mudança, Orgulho, Paixão, Paz, Proteção, Representatividade, Respeito, União e Valorização.

Os números de casos de violência contra a mulher e de violência doméstica em Santa Catarina são alarmantes. Dados da Secretaria de Segurança Pública (SSP/SC), mostram que entre janeiro e novembro do ano passado foram registrados 105.474 casos de violência doméstica e outros 21.077 de violência contra a mulher, especificamente.