Notícias

Avaí busca alternativas em reunião com prefeito Gean Loureiro

Prefeito atende presidentes dos clubes   Foto: Fabiano Linhares / PMF

Clubes pedem ao prefeito para voltar aos treinamentos físicos dentro do Protocolo já elaborado que prevê controle rígido e segurança para todos. Foi com este enfoque que o presidente licenciado do Avaí e da Associação de Clubes Profissionais de Santa Catarina, Francisco José Battistotti e o médico Luís Fernando Funchal participaram de uma reunião por videoconferência com o prefeito de Florianópolis, Gean Loureiro, ao final da tarde desta quinta-feira (7).

Amaro Lúcio da Silva, presidente em exercício do clube esteve presente na vídeo. Participou também o presidente do Figueirense, Norton Boppré e outros dirigentes dos dois clubes, o representante da Associação de Clubes Profissionais de Santa Catarina, Cláudio Gomes e o presidente da Federação Catarinense de Futebol, Rubens Angelotti.

O objetivo foi o pedido para que os dois clubes da capital possam realizar treinamentos físicos em espaços próprios das duas agremiações e com rígido atendimento ao Protocolo de segurança já elaborado e apresentado.

O prefeito ouviu atentamente a exposição dos clubes e deliberou os argumentos para apreciação da equipe técnica de Saúde do Município, sob comando do Secretário Carlos Alberto Justo da Silva, que participou do encontro.

A equipe vai estudar as sugestões dos clubes pelo Protocolo de segurança, elaborado pelo médico Luís Fernando Funchal. Assim, quando o Governo de Santa Catarina deliberar sobre a volta dos treinamentos, Florianópolis possa ter regras mais duras no controle e combate à COVID-19 durante os treinamentos.

Este posicionamento reforçará o pleito junto ao Governo Catarinense, e, segundo o prefeito, podendo representar uma regra para todo o Estado, direcionada aos clubes profissionais. Gean destacou o cuidado com a segurança das pessoas neste momento delicado. “Vamos seguir tomando as decisões com base nos dados e na nossa equipe técnica. Mas não vamos deixar de atender a todos os seguimentos e ouvi-los”, reforçou.

O presidente Battistotti destacou e agradeceu o prefeito por atender aos clubes de Florianópolis neste momento. Destacou aspectos técnicos para a volta aos trabalhos físicos, dentro do Protocolo. E se manifestou esperançoso com o atendimento do pedido para breve por parte do Governo e da Prefeitura. “Tenho certeza que pelo trabalho que o senhor está fazendo de controle em Florianópolis, vai ajudar muito na decisão do Governador sobre esta assunto”, enfatizou.

O médico Luís Fernando Funchal, chefe do Departamento Médico do Avaí, também agradeceu ao prefeito. O trabalho realizado pela Saúde da Prefeitura, sob a liderança do médico Paraná (Carlos Alberto Justo da Silva), conforme determinação do prefeito, faz com que os protocolos funcionem.

“É isso o que fizemos com o nosso Protocolo também. Tornar este documento acessível a todos. Esse Protocolo não deve ser um exemplo para o Estado, mas para todo o País. Tenho orgulho em dizer que o nosso Estado é o primeiro a agir desta forma. Estamos imensamente agradecidos. Nós temos que seguir as orientações dos segmentos estratégicos que são as secretarias estaduais e municipais de Saúde”, completou Funchal.

Amaro Lúcio da Silva, presidente em exercício, acompanhou da Ressacada      Foto: Divulgação / Avaí FC