Notícias

Avaí protesta na FCF contra arbitragem do clássico

Battistotti entrega DVD com os lances do clássico ao presidente Rubinho            Foto: Divulgação / Avaí FC

O Avaí protestou na tarde deste segunda-feira (28), na sede da Federação Catarinense de Futebol (FCF), contra a arbitragem de Rodrigo D’Alonso Ferreira no clássico do último domingo, no Scarpelli. O presidente Battistotti, que estava acompanhado de Marquinhos, futuro dirigente do Leão da Ilha, entregou ao presidente Rubinho e ao diretor de árbitros, Marco Antônio Martins, um DVD com os lances ignorados pela arbitragem e um ofício com as considerações do clube.

No documento entregue a Rubinho, o Avaí repudia a atuação do árbitro Rodrigo D’Alonso Ferreira, pelos prejuízos causados ao clube. A agressão ao atleta Caio, aos 36 minutos do segundo tempo, que só não foi atingido pela “tesoura” aplicada pelo atleta “Betinho”, por sorte, em uma clara tentativa de agressão ao colega de trabalho, injustificada e irresponsável. Diz o documento, “que espera-se do árbitro nessas ocasiões, que se preserve a integridade física dos atletas e que se aplique o mesmo critério durante toda a partida”.

Na justificativa, o Avaí ainda relata que para tornar ainda mais desastrosa sua atuação, o árbitro ignorou uma penalidade máxima aos 49 minutos do segundo tempo. O atleta Alex Silva foi atropelado pelo atleta Matheus Destro, que sequer disputou o lance, visando somente atingir o atleta avaiano. Situação clara de gol, na iminência da conclusão da jogada. Penalidade máxima indiscutível.

Segundo o presidente Battistotti, o Avaí reitera sua confiança na arbitragem do futebol catarinense, razão pela qual, pugna por uma reanálise da arbitragem, no sentido de confirmar os argumentos apresentados, considerando válida e pertinente a contestação do clube. “Nosso objetivo é que eventos deste tipo não se repitam na competição, causando prejuízos ao clube. Em um campeonato tão equilibrado como o Catarinense, lances dessa natureza, ainda mais considerando a proximidade do fim do jogo, são absolutamente cruciais para o desempenho da equipe na classificação geral”, completou.

A reunião foi realizada no gabinete do presidente da FCF e contou ainda com a presença do Superintendente da FCF, Lédio D’Altoé, do Gerente do Departamento de Competições da FCF, Fábio Marcel Nogueira, do diretor Jurídico, Rodrigo Capella, diretor de competições especiais, Carlos Crispim, do membro da comissão de arbitragem, Cantucho João Setúbal. Após o encontro com Battistotti e Marquinhos, os dirigentes da FCF se reuniram com os árbitros para avaliação geral do desempenho da arbitragem neste início de campeonato.

Rubinho, da FCF, analisa justificativas do Avaí entregues por Battistotti                   Foto: Divulgação / Avaí FC