Notícias

Avaí repudia manchetes direcionadas do DC e Hora SC

A Diretoria Executiva do Avaí Futebol Clube lamenta e repudia o posicionamento dos veículos impressos do grupo NSC, Diário Catarinense e Hora de Santa Catarina, em suas edições desta segunda-feira (20), por meio de manchetes direcionadas e depreciativas contrárias ao clube, após o empate diante do Vasco da Gama, no Rio de Janeiro, no domingo à noite.

O que se espera dos profissionais que baixam as capas dos jornais e editam suas manchetes é consonância com o que os demais veículos do grupo estão a informar. Quem fez isso, não deve ter conhecimento do que os demais jornalistas abordaram em suas participações.

O Avaí é o único representante de Florianópolis na Série A, lutando com as dificuldades que uma caminhada como esta impõem à gestão e espera, no mínimo, respeito às suas tradições de glórias e conquistas ao longo de 95 anos.

O empate diante do Vasco da Gama no Rio de Janeiro, depois de o clube realizar talvez a sua melhor apresentação no ano, e ter erros de arbitragem que o prejudicaram claramente, fato atestado por outros profissionais do grupo NSC, merecia o respeito e a lucidez profissional de quem faz manchetes nos dois veículos e fala com a torcida por meio de suas publicações.

O clube sempre defendeu a liberdade de expressão, mas não pode deixar passar eventos como estes, que nos remetem a um jornalismo direcionado e, em muitos momentos, sem valorizar o que de positivo do clube produz. Fatos contrários ao zelo que a empresa tem com a ética profissional em sua linha editorial tão apurada. Não queremos privilégio, mas um tratamento isonômico e equilibrado.

Por fim, o clube espera que situações desta natureza não aconteçam mais, devendo, por ética e bom jornalismo, que todos os profissionais da empresa conversem entre si para evitar este tipo de constrangimento.

A Diretoria