Notícias

Flávio Roberto palestra no Sinapse de Inovação

Flavio Roberto falou sobre a importância do trabalho com as categorias de base      Foto: Divulgação / Avaí FC 

Flávio Roberto, 58 anos, campeão catarinense pelo Avaí em 1988 foi uma das atrações no Sinapse de Inovação (programa da Fundação de Amparo à Pesquisa de Santa Catarina – FAPESC, na tarde desta sexta-feira (30), com sua palestra sobre o trabalho nas categorias de base do Avaí, clube formador e que valoriza o aproveitamento de jovens atletas da base no profissional.

Coordenador Técnico das categorias de base do Leão, Flávio Roberto, tem uma grande experiência no futebol. Em sua palestra, falou sobre a importância de formar atletas e cidadãos, o que as categorais de base representam para um clube de futebol e o suporte que dão para a estrutura e valorização dos garotos que procuram o clube.

Flávio contou um pouco da estrutura do Avaí, que hoje, ao ascender à Série A, teve em seu elenco vários atletas incorporados das categorias de base. E não foi muito longe ao falar de Guga, lateral direito, que chama a atenção dos principais clubes do país e exterior, de Luan Pereira, 18 anos, que teve sete convocações para as categorias de base da Seleção, de Getúlio, um dos artilheiros da equipe na Série B e Lourenço, um jogador versátil muito aproveitado pelo técnico Geninho.

“O Avaí tem hoje cerca de 150 atletas que passam o dia no clube, sendo atendidos com cinco refeições / dia, além de terem um cronograma de estudos, todos matriculados na rede de ensino. Além disso, ainda proporcionamos na maioria dos casos a moradia e os estudos complementares como uma língua estrangeira”, disse.

A linha da apresentação de Flávio Roberto Severo Albano, que além do Avaí, passou por Grêmio e Fluminense, está direcionada para a formação pronta para surpreender, estratégia bem definida, conhecimento aprofundado da concorrência e busca pelas melhores práticas para preparar a equipe.

Estas são algumas das ações que um time de futebol adota para se tornar bem-sucedido em cada jogo. Qualquer semelhança com o planejamento de uma empresa é o que o Sinapse de Inovação — programa da Fundação de Amparo à Pesquisa de Santa Catarina – FAPESC, operado pela Fundação CERTI — explorou no primeiro workshop da pré-incubação do programa.

As 98 empresas aprovadas na sexta edição do Sinapse da Inovação tiveram a oportunidade de avançar em conhecimento com a fala de Flávio Roberto, que desde de 84 supera desafios no time como jogador e, hoje, como coordenador técnico das categorias de base do Leão da Ilha.

O evento, nesta sexta-feira, marcou a transição dos contemplados de “pesquisadores/alunos” para empreendedores. A inspiração para a nova caminhada, que poderá vir de empresários que participaram do programa, superaram desafios e hoje tocam empreendimentos consolidados. Mostrar que a inovação pode – e deve – ser desenvolvida em vários contextos, mesmo nos mais inusitados.

Trabalho com as categorias de base do Leão foi o principal foco                           Foto: Divulgação / Avaí FC