Notícias

Jonathan faz seu terceiro gol na Série A, mas Avaí perde em Maceió

Jonathan faz o terceiro gol na Série A, o do empate do Avaí                                     Foto: Divulgação / Avaí FC

O Avaí lutou até o final do jogo, mas acabou derrotado pelo CSA por 3 x 1 na noite deste domingo (6), no Estádio Rei Pelé, em Maceió, pelo Campeonato Brasileiro – Série A. O segundo gol adversário foi de pênalti, dado pelo VAR, numa decisão equivocada. A partir deste gol, o Avaí se lançou ao ataque e sofreu o terceiro. Próximo compromisso do Leão da Ilha será quinta-feira (10), diante do Vasco da Gama, na Ressacada.

A equipe começou com o domínio das ações, mas tomou um gol de Ricardo Bueno logo aos 13 minutos. Foi um golpe para a estratégia da equipe em busca da vitória. Terminou assim o primeiro tempo. Na fase final, o Avaí criou um alento logo aos 2 minutos, quando Jonathan empatou a partida, depois de boa jogada do lateral direito Léo.

O técnico Alberto Valentim postou bem a equipe para buscar o gol da virada, com mais posse de bola. Mas aí veio o erro da arbitragem de campo e do VAR aos 21 minutos. O VAR viu pênalti de Léo sobre Ricardo Bueno, um toque normal em que o atleta adversário se jogou para frente. Depois de quatro minutos de análise, Jonatan Gomez bateu e marcou.

O terceiro gol saiu numa jogada de contra ataque, quando Valentim já tinha alterado todo o meio-campo azurra. Colocou atacantes. Aos 49 minutos, Apodi avançou e fez. O Avaí retorna a Florianópolis nesta segunda-feira e inicia a preparação para enfrentar o Vasco na quinta.

Ficha Técnica

CSA 3 x 1 Avaí

Local: Estádio Rei Pelé – Maceio (AL)

Competição: Campeonato Brasileiro – Série A

Data: 06/10/2019

Árbitro: Anderson Daronco – FIFA RS

Assistente 1: Rafael da Silva Alves

Assistente 2: Elio Nepomuceno de Andrade Junior

Árbitro de vídeo: Wagner Reway – FIFA PB

CSA – Jordi; Apodi, Alan Costa, Luciano Castán e Carlinhos; Naldo, Dawhan e Jonatan Gomez; Bustamante (Jean Kléber), Ricardo Bueno (Alisson Safira)e Bruno Alves (Warley). Técnico: Argel Fucks

Avaí – Vladimir; Léo, Ricardo, Betão e Igor; Mosquera (Vinícius Araújo), Richard Franco (Matheus Barboza) e Douglas (Brener); Caio, Jonathan e João Paulo. Técnico: Alberto Valentim