Notícias

Morre lateral esquerdo Bibi, da equipe Master do Avaí

Bibi, 58 anos e defendia o master Foto: Divulgação / Avaí FC   

O Avaí Futebol Clube e seus poderes constituídos lamentam, com pesar, a morte do atleta da categoria Master, Oriedson José de Souza, 58 anos, mais conhecido como Bibi, lateral esquerdo, ocorrida no começo da manhã desta sexta-feira (23).  Muito querido nos meios esportivos, Bibi foi campeão estadual junior pelo Avaí em 1981. Atualmente defendia a equipe Master do clube em amistosos e competições. Recentemente foi campeão da Copa Sul Master de Futebol, sobre a Chapecoense, no CFA da Ressacada.

O Avaí enviou uma coroa de flores para o velório do atleta master Bibi, na capela mortuária do Cemitério do Itacorubi, a partir das 13 horas desta sexta-feira. O enterro será neste sábado, às 10 horas, também no Cemitério São Francisco de Assis, no Itacorubi. O clube vai homenageá-lo com um minuto de silêncio no próximo domingo na partida diante do Corinthians, no Estádio da Ressacada. Sua foto será exibida no telão do Estádio.

O presidente Francisco José Battistotti, um dos grandes incentivadores da equipe Master do clube, lamentou bastante a morte do atleta Bibi. “Um jovem ainda para a categoria master, que sempre defendeu com galhardia as cores do Avaí. Foi campeão estadual de juniores pelo Avaí. Neste momento de grande dor, quero confortar todos os familiares e amigos por esta passagem prematura do nosso atleta”, disse Battistotti.

Natural de Florianópolis, nascido em 21 de junho de 1961, Bibi começou a jogar futebol nos campos do antigo abrigo de menores, na Agronômica. Ele nasceu na comunidade do Morro do 25, próximo à Av. Beira Mar Norte. Logo cedo foi para as categorias de base do Leão da Ilha, onde fez carreira.

Jogou em um grande número de clubes amadores da região de Florianópolis, mas se destacou em dois deles, onde ganhou vários títulos regionais. O Ajax, do Saco dos Limões, liderado pela família Botelho e o Avante, de Santo Antônio de Lisboa, liderado por Ednaldo Lisboa, o Feijão. Pai de família exemplar, deixa três filhos e viúva, além de um grande número de amigos que lamentam a morte de Oriedson José de Souza, um grande exemplo de amizade, profissionalismo, ética e coração humanitário.