Notícias

O Avaí na Copa do Brasil

Jogo de ida – Na partida disputada no dia 10 de abril, o Leão da Ilha foi superado pelo Volta Redonda no interior do Estado do Rio de Janeiro. Vitória de 1 a 0 para a equipe fluminense. O jogo ocorreu no estádio da Cidadania, em Volta Redonda.

Jogo de volta – O Avaí precisa vencer por 2 gols de diferença para avançar à segunda fase da Copa do Brasil. Se o Leão derrotar o Voltaço por 1 a 0, a decisão vai para os pênaltis.

Na história – Esta é a oitava vez que o Avaí disputa a Copa do Brasil, competição criada em 1989. O Leão participou nos anos de 1989, 1998, 1999, 2000, 2007, 2010, 2011 e agora 2013. Foram 30 jogos, 9 vitórias, 12 empates, 9 derrotas, 37 gols pró e 38 gols contra.

Adversários – O Leão enfrentou os seguintes times na Copa do Brasil: Atlético-MG, Botafogo, Caxias, Coritiba, Figueirense, Grêmio, Ipatinga, Rio Branco-PR, São Paulo, Vasco, Vilhena-RO, Villa Nova-MG, Vitória e Ypiranga-RS.

Mais confrontos – Contra o Atlético-MG e o Coritiba. Diante do Galo, O Avaí empatou uma partida e perdeu três, sendo eliminado duas vezes. Contra o Coxa, foram 3 empates e uma vitória. Cada um se classificou uma vez.

Maiores artilheiros – Rafael Coelho e William são os maiores artilheiros do Avaí na Copa do Brasil. Cada um fez 5 gols e todos eles no ano de 2011 quando o Leão chegou à semifinal da competição.

Homenagem – Nos jogos da Copa do Brasil, o goleiro Diego vestirá uma camisa especial que retratará a cidade de Florianópolis. A homenagem à Ilha de Santa Catarina será feita em todos os jogos da competição.

CURIOSIDADES

Primeira participação – Foi em 1989, logo no ano de estréia da competição. O Avaí enfrentou o Vitória-BA e foi eliminado na primeira fase. No jogo de ida, em Salvador, o Vitória venceu por 2 a 0. Na volta, na Ressacada, o Avaí venceu por 1 a 0, gol de Marcos Severo.

Em 1998 – O Avaí disputou a competição pela segunda vez. Enfrentou o Atlético-MG e caiu também na primeira fase. Empate de 1 a 1 na Ressacada, no jogo de ida, gol de Helton. Na volta, o Leão perdeu por 5 a 1, com gol de Dão.

Em 1999 – De cara, o Leão enfrentou o coirmão Figueirense. Vitória de 2 a 1 no Orlando Scarpelli, com dois gols de Dão. Depois, 0 a 0 na Ressacada. Na segunda fase, o Avaí encarou o Coritiba. Empate de 2 a 2 na Ressacada e 0 a 0 em Curitiba, o que rendeu a classificação da equipe paranaense.

Em 2000 – Nova eliminação na primeira fase. O Avaí foi à Serra Gaúcha e empatou em 1 a 1 com o Caxias. No jogo da volta, vitória do time gaúcho por 3 a 1 na Ressacada.

Em 2007 – O Leão passou na primeira fase pelo Rio Branco-PR empatando em 0 a 0 e depois perdendo por 1 a 0 (Vitória no STJD por conta da irregularidade de um atleta). Passou pelo Villa Nova-MG empatando em 0 a 0 e vencendo por 3 a 2. Na terceira fase, o Atlético-MG venceu os dois jogos e tirou o Avaí: vitórias de 2 a 0, na Ressacada, e 1 a 0 no Mineirão.

Em 2010 – O Avaí eliminou o Ypiranga-RS na primeira fase sem precisar do jogo da volta. Vitória de 3 a 0 em Erechim, com dois gols de Sávio e um de Robinho. Na segunda fase, O Leão eliminou o Coritiba. Empate em 1 a 1 na Ressacada, gol de Vandinho. A classificação veio em Curitiba em uma vitória de 1 a 0, gol de Caio. Na terceira fase, o Avaí caiu para o Grêmio. 3 a 1 para os gaúchos, em Porto Alegre, e vitória de 3 a 2 na Ressacada, no jogo de ida. Os dois gols de Laércio e o de Roberto não foram suficientes para evitar a eliminação.

Em 2011 – A melhor participação do Avaí na competição. O Leão chegou à semifinal sendo superado pelo Vasco. Na primeira fase, 3 a 0 no Vilhena-RO e classificação imediata com gols de Estrada e William duas vezes. Na segunda fase, empate em 1 a 1 com o Ipatinga-MG, em Minas, gol de Rafael Coelho. Na volta, vitória de 4 a 1, com 3 gols de Rafael Coelho e um de Acleisson. Nas oitavas, o Leão encarou o Botafogo. No Rio, um 2 a 2 equilibrado com gols de William e Rafael Coelho. Na volta, 1 a 1 na Ressacada e classificação com gol de William. Nas quartas, o São Paulo pelo caminho. Derrota de 1 a 0 no Morumbi e vitória de 3 a 1 na Ressacada com gols de Bruno, William e Marquinhos Gabriel. Na semi, empate em 1 a 1 no jogo de ida em São Januário, contra o Vasco, com gol de Julinho. Na volta, uma eliminação inesperada na Ressacada: 2 a 0.