Notícias

Avaí finaliza preparação para enfrentar a Chapecoense na Ressacada

Equipe estreia, em casa, contra a Chapecoense neste Campeonato Catarinense. | Foto: Leandro Boeira/Avaí F. C.

Nesta tarde de terça-feira (25), o Avaí finalizou a preparação para o confronto contra a Chapecoense. O duelo das equipes acontece na noite desta quarta-feira (26), às 21h30, no estádio da Ressacada. Antes da partida o Avaí oficializou a contratação do atacante Paulo Baya, o atleta só aguarda liberação no BID para poder atuar com o manto azurra.

Equipe terminou a preparação para o confronto de amanhã à noite contra a Chapecoense. Claudinei Oliveira comandou o trabalho tático no gramado da Ressacada. Além das movimentações ofensivas e defensivas a equipe também fez treinamentos de bolas paradas.

O Leão da Ilha também oficializou nesta tarde a contratação do atacante, Paulo Baya, de 22 anos e que estava no futebol japonês. O atleta aguarda a liberação no BID para poder estar apto a fazer a estreia com a camisa do Avaí no retorno do jogador ao Brasil.

Antes das atividades, o zagueiro Arthur Chaves falou na coletiva de imprensa do Leão da Ilha. O atleta de 20 anos disse sobre a emoção de ter iniciado como titular da equipe na partida contra o Marcílio Dias e lembrou com carinho do incentivo que recebia do avô, Pedro Largura, na infância: “Todas as fotos que eu tenho foram batidas pelo meu avô. Ele sempre foi meu incentivador no futebol desde criança. Onde eu ia ele ia atrás, então é gratificante lembrar dele neste momento e lembrar de tudo que ele fez por mim, todas as fotos que batemos e as memórias que temos juntos. Não posso deixar de ressaltar também meu pai, minha mãe, meus avós, todos que me apoiaram”, disse o atleta.

Arthur Chaves lembrou também do início no Leão da Ilha, quando chegou aos 11 anos e prosseguiu com os agradecimentos ao apoio no início da trajetória dele no futebol: “Marcelo Pereira, coordenador da categoria de base mirins, que é até o sub-13. Ele foi meu primeiro treinador no Avaí, me treinou até o sub-15 mais ou menos e foi uma pessoa que me ensinou muito. Ele que me colocou como zagueiro, iniciei aqui como volante e ele me trouxe pra zagueiro. E também ao treinador, Gabriel Bussinger, que foi meu treinador a partir do sub-15 e também me ajudou demais”, lembrou o zagueiro avaiano.

Claudinei Oliveira comandou o treino do Avaí na Ressacada. | Foto: Leandro Boeira/Avaí F. C.

Arthur Chaves relembrou momentos da infância e se mostrou muito feliz com titularidade na última partida. | Foto: Leandro Boeira/Avaí F. C.