Notícias

Avaí/Kindermann é vice-campeão do Brasileiro Feminino Série A1

Avaí/Kindermann tem agora como desafio em 2021 duas Libertadores          

As meninas do Avaí/Kindermann estão de parabéns pela conquista do Vice-campeonato Brasileiro Feminino da Série A1, um campeonato de muita entrega e raça. Parabéns para as Avaianas Caçadoras, que mesmo sendo derrotadas neste domingo (6) na final pelo Corinthians por 4 x 2 estiveram muito perto da conquista e já garantiram a participação em duas Libertadores da América Feminina para 2021. Uma parceria de sucesso do Avaí.

O técnico Jorge Barcellos, ex-Seleção Brasileira, com currículo de conquistas e grandes trabalhos, levou esta equipe ao pódio, com um trabalho de organização tática e construção de equipe. Nesta decisão ele teve a ajuda do analista de desempenho do profissional do Avaí, Ricardo Henry. Portanto, Jorge e sua comissão técnica estão de parabéns também. O trabalho agora é voltado para a temporada 2021, com o desafio das Libertadores, Estadual e novamente o Brasileiro.

Na decisão deste domingo, na Neo Química Arena, em São Paulo, noite chuvosa e gramado escorregadio, o Avaí/Kindermann jogou com a categoria de quem não chegou à final por acaso. A equipe de Jorge Barcellos atuou de igual para igual com a forte equipe do Corinthians.

Na primeira etapa, o jogo foi equilibrado até a primeira meia hora de jogo. Num momento de desconcentração, o Avaí/Kindermann tomou dois gols em sequência, o que é complicado para um jogo decisivo. O primeiro aos 28 minutos, cobrança de escanteio da direita por Diany e a sobra para Gabi Nunes, que colocou no canto direito de Bárbara. O segundo aos 33 minutos, em nova cobrança de escanteio, desta vez da esquerda, por Diany e cabeçada certeira de Gabi Zanotti.

Na volta do segundo tempo, o Avaí/Kindermann voltou com o propósito de buscar o placar. E logo aos seis minutos, deu muitas esperanças à torcida. Falta do lado direito, Catyellen levantou para a área e Zoio desviou de cabeça para as redes.

Mas não deu tempo para recuperar o fôlego e buscar o empate. Aos 11 minutos, em outra bola levantada para a área, Bárbara defendeu a cabeçada de Crivelari, mas no rebote, a bola sobrou para Gabi Zanotti, eleita a melhor da partida, fazer de cabeça o terceiro gol.

As esperanças do Avaí/Kindermann voltaram com o gol da atacante Lelê aos 33 minutos. Lançada em profundidade, ganhou na corrida das zagueira e colocou no canto direito, longe do alcance da goleira Letícia Izidoro. Uma das artilheiras do campeonato, Lelê correu para o abraço. Ainda dava.

Mas as esperanças caíram por terra aos 36 minutos, quando Diany fez uma assistência para a atacante Victória Albuquerque, que dominou e colocou na saída da goleira Bárbara.

O placar de 4 x 2 foi definitivo, mesmo com a luta do Avaí/Kindermann em buscar diminuir e até empatar a partida. Que venham as Libertadores de 2021 e que o grupo possa seguir forte para os desafios que virão.

Corinthians com Letícia Izidoro; Katiuscia, Poliana, Erika (Pardal)  e Ingryd (Yasmim); Tamires (Victória Albuquerque), Gabi Zanotti e Diany (Grazi); Grazi, Giovanna Crivelari (Gabi Portilho), Adriana e Gabi Nunes. Técnico Arthur Elias.

O Avaí/Kindermann jogou com Bárbara; Bruna Calderan, Tuani, Simeia e Camila; Zoio (Sthephanie), Duda, Julia Bianchi; Pat (Kah) Catyellen (Bárbara Melo) e Lelê. Técnico Jorge Luiz Barcellos.

A arbitragem da decisão deste domingo, na Ressacada, foi de Wilton Pereira Sampaio (FIFA), tendo como assistentes Bruno Raphael Pires (FIFA) e Bruno Boschilia. Quarto árbitro foi Thayslane de Melo Costa. Árbitro de vídeo Elmo Alves Rezende Cunha, de Goiás.

Atacante Lelê fez o segundo gol azurra            Foto: Leandro Boeira / Avaí FC

Zagueira e capitã Tuani (C)  foi um dos destaques do Brasileirão                       Foto: Leandro Boeira / Avaí FC